domingo, 27 de outubro de 2013

Químicas dos Esmaltes NÃO Matam fungos



Olá Malucas, hoje o assunto não é brincadeira, venho alerta-las.

Encontrei na internet essa reportagem e devido sua importância trouxe para vocês, faz alguns meses que passou na Rede Globo, espero que ajude e responda algumas dúvidas de vocês.

Vou colocar a reportagem completa aqui, não gosto de fazer isso, mas acho que resumir irá deixar o artigo incompleto.

Química dos esmaltes não matam fungos 
que transmitem doenças
Estudo inédito realizado no Brasil, foi apresentado em congresso na Alemanha.
20% das amostras de salões de beleza apresentavam contaminação


Pela primeira vez, pesquisadores conseguiram provar que a química presente nos esmaltes não é capaz de matar fungos que transmitem doenças para as unhas.

O estudo inédito, realizado no interior de São Paulo, foi apresentado em um congresso na Alemanha e será publicado em breve em revistas científicas internacionais.

A pesquisa que durou seis meses, analisou esmaltes de 20 marcas diferentes. O resultado surpreendeu: 20% das amostras recolhidas em salões de beleza apresentavam contaminação por fungos, os causadores das micoses nas unhas.

"Até então se imaginava que qualquer elemento, célula bacteriana, pudesse morrer com toda essa química. Nós testamos os fungos e nós comprovamos que eles continuam vivos", declara Margarete Gottardo de Almeida, doutora em microbiologia.

Em uma segunda etapa, a pesquisadora da Famerp, a faculdade estadual de medicina de São José do Rio Preto, colocou fungos nos esmaltes e comprovou que eles conseguem sobreviver por até oito horas no vidrinho.

Durante este período o produto se torna um agente transmissor de doenças em unhas das mãos e dos pés. "Quando o esmalte é novo a sobrevivência do fungo é menor, quando o esmalte já é aberto a mais tempo o risco de permanecer o fungo vivo é um fato", alerta.

A pesquisa comprovou também que os tons mais escuros, como os vermelhos, estão mais sujeitos a contaminação do que os claros. Agora, o desafio é descobrir substâncias, que adicionadas aos esmaltes sejam capazes de matar os fungos.

A orientação é que as mulheres levem ao salão de beleza, seus próprios esmaltes, para reduzir o risco de contaminação. Mesmo quem usa o próprio esmalte também pode se contaminar se pincelar a unhas doente e depois a unha saudável. O ideal é procurar um dermatologista para tratar a micose e só depois esmaltar as unhas.


Vamos nos cuidar né meninas!!!

Podem estar pensando que 8 horas é um tempo curto, mas pensando nos salões de beleza: neste período o esmalte é usado por muitas mulheres e que com certeza correm um grande risco de transmissão da doença. Portanto meninas, levem seus esmaltes a manicure, isso não é uma vergonha e SIM um cuidado.


Espero que essa postagem tenha sigo útil, peço para que vocês alertem família e amigos.


Bjus


Fonte: Jornal Hoje - G1
Vídeo aqui.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Siga por e-mail

Seguidores

Sobre!

Minha foto
Meu nome é Graziela sou apaixona e louca por esmaltes e produtos para cabelos, amo o meu vermelhão artificial. Gosto muito de artesanato e trabalhos manuais.

Arquivo do blog

Tradutor